Atenção: anúncios no Facebook podem revolucionar o seu negócio

Estava pesquisando sobre consumo e marketing digital quando me deparei com um artigo muito bom da Flavia Gomonar. Ele destacava uma palavra no mínimo estranha, LOWSUMERISM.

Rosa Carolina Sarmento foi convidada a ter o seu artigo em ContaAzul Notícias por trazer um ponto de vista interessante acerca de um assunto que interessa ao empreendedor. Exceto por essa nota, o texto foi publicado na íntegra.

Não, eu não digitei errado. A palavra vem da expressão Low Consumerism. E se você trabalha na indústria, comércio ou prestação de serviços te dou um conselho: pesquise mais sobre isso pois lowsumerism é o futuro (e quiçá o presente também).

Lowsumerism é o consumo consciente. Depois de décadas de consumismo desenfreado provocado inicialmente pela Revolução Industrial, finalmente começamos a entender o impacto que a produção e o descartamento de materiais vem causando no planeta. Agora uma nova tendência se apresenta, consumidores tornaram-se mais conscientes e exigentes. Eles se preocupam com a origem de seus produtos, sua qualidade e durabilidade e, principalmente, sua NECESSIDADE.

Agora já é uma realidade, não é preciso mais TER para USUFRUIR. Um dos maiores e mais polêmicos apps da atualidade mostra isso claramente, o UBER. Nele você pode ir e vir de onde quiser no conforto de um carro sem ter que entrar em um financiamento e gastar centenas de reais com combustível e manutenção. Agora, inclusive, você pode COMPARTILHAR sua viagem de Uber com outras pessoas que farão o mesmo trajeto e sair economizando ainda mais.

Essa nova possibilidade de compartilhamento é outra tendência muito forte e que continuará crescendo cada vez mais. O valor do dinheiro mudou. A demanda pelo “descartável” já não é tão grande e só tende a diminuir, vide os casos de sucesso como o Airbnb e o Enjoei.

Compartilhando um cômodo da sua casa ou passando adiante aquilo que já não lhe é mais útil é uma forma moderna e consciente de fazer negócio. Onde ambas as partes saem mais do que satisfeitas na grande maioria das vezes.

AÍ QUE ENTRA O NOVO MARKETING

Por conta dessa mudança de comportamento, para continuar à frente no mercado e melhorar cada vez mais seu desempenho é preciso estar atento ao novo marketing. Marketing é sobre o cliente, ele vem em primeiro lugar. No caso do novo marketing é preciso demonstrar uma real preocupação com seu cliente. HUMANIZAÇÃO é a palavra de destaque.

“ A tendência agora é ser realmente humano, porque em algum momento do marketing perdemos isso e começamos a produzir publicidade chata, baseada em monólogos, explícita, intrusiva, falsa, que não criava conexão com as pessoas.”
Flávia Gamonar

Grandes empresas já perceberam isso e o investimento em marketing, principalmente marketing de conteúdo, tem aumentado muito nos últimos anos. E a demanda por profissionais especializados na área já é uma realidade que só vem crescendo.

Mas como se destacar quando em todas as mídias somos bombardeados de informações diariamente? Como fornecer conteúdo suficiente para a demanda exorbitante do mundo digital? Onde indivíduos acessam seus smartphones cerca de 150 vezes ao dia, isso quando não estamos falando de viciados que chegam achecar o celular 300 vezes em um mesmo dia!

Só há uma maneira, focando em marketing. Apostando em parcerias e colaborações para desenvolvimento de conteúdo, terceirizando a automatizando processos como e-mail marketing e publicação de posts e pagando por tráfego.

Esse último é essencial e não pode mais ser ignorado. Você tem que começar a pensar em investir em tráfego. Alcançar público qualificado de forma orgânica está cada vez mais difícil. Já foi divulgado que posts publicados por páginas no facebook alcançam apenas 16% dos seus fãs. No twitter esse número cai para apenas 10% dos seus seguidores.

Ou seja, não adianta nada você ter público se a informação ou oferta não chega até ele. Seu produto pode ser ótimo e a demanda pode ser grande. Mas você vai precisar de tráfego, ou espere resultados muito decepcionantes. Uma solução que muitas marcas, influencers e empreendedores encontraram foram os anúncios online, destaque principalmente para o Facebook Ads.

O FENÔMENO CHAMADO FACEBOOK

Não sei se você sabe, mas no ano de 2016 a empresa anunciou que atingiu a marca de mais de 1 bilhão de acessos diários em todo o mundo (e esses são dados do primeiro trimestre apenas). Isso significa um aumento 16% comparado ao ano passado.

Quando observamos os número do Brasil são ainda mais impressionantes, 8 em cada 10 brasileiros estão no facebook.

  • 48% da população brasileira acessa a rede social mensalmente
  • 99 milhões de acessos mensais
  • Sendo 89 milhões em aparelhos móveis

Brasileiros passam cerca de 149 minutos em seus smartphones, já é mais do que passam assistindo à TV. O mobile tornou-se a primeira tela e é fato que publicidade online passou a gerar muito mais resultado. Não ignore mais essa realidade, comece agora mesmo a divulgar seu produto/serviço. É a melhor forma de alcançar seu público e ganhar credibilidade, você precisa ser visto!

Caso você seja novo no mundo digital vou citar alguns prós e contras do Facebook Ads. Ele é ótimo para segmentar bem seu público e assim conseguir tráfego qualificado, ou seja, aquele consumidor que de fato compra a sua oferta. Também é possível criar campanhas de anúncios no facebook com diferentes finalidades (aumento de curtidas, venda de produtos, lista de e-mails etc).

O problema é que é preciso saber o que você está fazendo. Acompanhar suas campanhas diariamente otimizando-as e escalando-as para crescer seu público com qualidade. Caso não faça isso o risco de prejuízo é grande. Também é necessário estar atento à política do facebook para não ter sua conta banida, o que pode te causar muito estresse.

Pensando nisso, caso tenha maior interesse em como criar anúncios no facebook indico o trabalho do Victor Azeredo. Ele começou como vendedor no Mercado Livre e em pouco mais de um ano apresentou resultados fantásticos através de anúncios no facebook.

Agora ele oferece todo seu conhecimento em conteúdo online gratuito. Bem como em um curso completo sobre o assunto que já está está sendo muito bem avaliado por seus alunos no Hotmart. Vale a pena conferir!

Gostou do conteúdo? Clique no ❤ para que mais pessoas tenham acesso à ele. Siga também minha página e a da ContaAzul para mais artigos como esse :)

Saiba mais em: pensefashionbusiness.com